Faber-Castell since 1761
Introdução Geral
Você está em:   Home  |  Professores  |  Na sala de aula  |  Aprendizagens significativas: aprender
Aprendizagens significativas: aprender

Aprendizagens significativas: aprender Você já percebeu que vivemos em meio a operações matemáticas, equações químicas, conceitos de história e geografia? A física então, está presente em praticamente todos os momentos de nossas vidas, afinal, sabe quando juntamos todos aqueles ingredientes que, misturados e levados a uma temperatura determinada passam por transformações físicas e viram uma massa de sabor delicioso!

Compreender que os conteúdos da sala de aula ganham vida no mundo real é a chave para a aprendizagem significativa.

Muitos alunos se desanimam com os estudos por não conseguirem perceber as relações das disciplinas que vivenciam em sala de aula e com o mundo fora dela. Parece que as matérias na Escola perdem o brilho que têm no dia a dia. A física presente na preparação do bolo parece mais atrativa do que as fórmulas apresentadas na lousa da escola.

A associação dos conteúdos apresentados e trabalhados em sala de aula com as situações do dia a dia, além de dar significado ao que se está estudando e aprendendo, motiva os alunos a se aplicarem mais. Quando eles conseguem perceber e entender para que servem os conhecimentos que muitas vezes ficam desbotados em sala de aula, as aprendizagens tornam-se mais atrativas e úteis. Afinal, qual professor nunca se deparou com aluno questionando o porquê deveria estudar essa ou aquela matéria que não vê nenhum uso em seus projetos de vida.

O professor deve mostrar essa conexão entre o mundo e os saberes, e um dos grandes desafios que encontramos nesse contexto está no fato de que, ainda, o senso comum vê a escola como um espaço transmissor de conteúdos. Acontece que, com a evolução das tecnologias, hoje em dia conteúdos dos mais diversos ficam a disposição de todos em jornais, internet e diversos meios. Os professores não são mais os únicos detentores do conhecimento, mas eles, sim, têm a oportunidade e, porque não dizer, o privilégio de ensinar como os conhecimentos podem ser aplicados e com isso desenvolver as competências de seus alunos. E o melhor caminho para ter alunos competentes é despertar a vontade de saber. Para despertar essa vontade, um dos recursos mais assertivos é iniciar as abordagens contextualizando o conteúdo por meio de uma situação real do cotidiano, e só depois sistematizar o conteúdo que o aluno já usou. Ou seja, ensinar para que servem as multiplicações antes de pedir para decorar as tabuadas.

Aprendizagem significativa:

Aprendizagens significativas: aprender Aprendizagem significativa é o conceito central da teoria da aprendizagem de David Ausubel, que a define como um processo por meio do qual uma nova informação relaciona-se, de maneira substantiva (não literal) e não arbitrária, a um aspecto relevante da estrutura de conhecimento do indivíduo.

O que isso significa? Em outras palavras, os novos conhecimentos que se adquirem relacionam-se com o conhecimento prévio que o aluno possui.
Assim, envolve a interação da nova informação com uma estrutura de conhecimento já presente em cada aluno.

A partir desse conceito, podemos perceber a relevância do professor na promoção de aprendizagens significativas. Diante dessa tarefa, alguns procedimentos auxiliam o educador. Primeiramente é preciso se desapegar da ideia de que o mundo está pronto e de que nele reside a reserva de conhecimento igualmente pronto. O professor deve “desarrumar” aquilo que por anos sempre esteve bem “arrumadinho” na escola como: professor ensina algo inquestionável, aluno aprende e reproduz exatamente como aprendeu.

É preciso desconstruir esse referencial de conhecimento para recriá-lo de modo assertivo e adequado às novas realidades. Ensine para que seus alunos aprendam para além dos muros da Escola!