Faber-Castell since 1761
Introdução Geral
Você está em:   Home  |  Professores  |  Na sala de aula  |  Vestibular
Vestibular

VestibularFinal de ano é época de vestibulares em todo o país.

Alunos e professores buscam os ajustes e preparações finais para a realização dos exames.

E para contribuir positivamente, diminuindo a pressão nos estudantes, existem abordagens bacanas que podem surgir como oportunidades para revisões e compreensão de temas relevantes e atuais com chances de serem cobrados nos testes.
Química, matemática, física, geografia, biologia, história, filosofia, sociologia, português, inglês, espanhol e redação são os conteúdos e itens que os alunos devem demonstrar conhecimentos. Para auxiliar os alunos, os professores podem começar apontando os assuntos que consideram mais importantes em cada uma dessas disciplinas.

Alguns professores têm inovado nas abordagens para garantir que os alunos aprendam e compreendam os conteúdos de modo construtivo. Em Curitiba, por exemplo, professores resumiram mais de cem anos de história em uma aula-espetáculo de três horas. A proposta foi pensada para chamar a atenção dos estudantes para fatos do Brasil e do mundo com grandes chances de serem cobrados nos exames e vestibulares desse ano. Os alunos aprovaram a ideia e muitos afirmaram que essa atividade os auxiliou a compreender melhor e até mesmo a “gravar” os acontecimentos relembrando os fatos que foram passados ao longo do ano letivo em capítulos, unindo-os como um todo.

Para motivar os alunos, alguns professores do Rio de Janeiro optaram por fazer paródias de hits recentes e antigos de músicas, o que também fez muito sucesso em sala de aula.

Desde plataformas digitais, simulados, aplicativos, sites, vídeos a aulas interativas, são muitos os recursos que o professor pode usufruir para auxiliar seus alunos no preparo para a realização dos exames e testes.

A aplicação dos conteúdos necessários para o Vestibular é fundamental, pois além de preparar os alunos ainda mostra-lhes como cada matéria se relaciona com o seu cotidiano.

O preparo dos alunos, tanto cognitivo quanto emocional é fator decisivo na conquista de bons resultado nos testes.

Claro que memorizar uma música ou lembrar de um espetáculo teatral não significa aprender a matéria e seus conceitos. Isso é apenas uma das abordagens que auxiliam a fechar e concretizar a apresentação de um conteúdo ou matéria.

E como existe um desgaste emocional que acontece ao longo da preparação para os vestibulares, investir em abordagens diversificadas pode auxiliar a amenizar o estresse.

Atenção, concentração, foco, confiança e autoestima são questões importantes para o aluno ter em mente durante sua preparação e os professores podem contribuir de modo positivo com esse preparo.

Os vestibulares têm suas datas definidas de acordo com cada Instituição.

Algumas dicas podem auxiliar os alunos no período das avaliações e vale a pena passá-las aos alunos.

Dias antes da prova os alunos devem passar a fazer apenas revisões, e reforçar aquilo que está melhor consolidado, sem entrar em desespero para tentar aprender conteúdos de última hora. Mais vale aprimorar aquilo com o qual se está mais seguro. Alimentação leve e balanceada, boas noites de sono e descanso também são fundamentais para assegurar que o corpo e cérebro estejam preparados para as provas. Tentar fugir ao máximo das situações de stress, optando por fazer programas mais tranquilos e prazerosos.

Os vestibulares são muito rigorosos com os horários, por isso, os alunos devem visitar com antecedência o local de prova para se familiarizar com a região, além de traçar um plano de como chegar ao local, e alternativas caso, no dia da avaliação, esse primeiro plano sofra com algum imprevisto. Também, confira se está tudo ok com a documentação necessária para o dia da prova e deixe todos os documentos necessários em ordem e prontos para serem utilizados no dia.

No dia da prova, o aluno deve chegar ao local com pelo menos uma hora de antecedência e aproveitar e levar alguns petiscos e água caso seja necessário.

Além do material necessário para fazer a prova, é importante levar alguns reservas.

Assim como nos últimos dias antes do vestibular não vale a pena dedicar esforço e tempo para tentar aprender conteúdos que tem dificuldade, no dia da prova também é valido começar pelas questões que tem mais facilidade e segurança para garantir estes pontos, e só então partir para as mais complexas e que o aluno sabe que terá dificuldades. Nas questões teste em que sentir a necessidade do famoso “chute”, a dica é usar o bom senso e a técnica da eliminação deixando de lado as alternativas que perceber estarem incorretas.

Nas questões dissertativas, o indicado é escrever respostas objetivas, informativas e completas, sem tentar enrolar pois perde-se pontos e corre-se o risco de confundir a ideia correta que se está tentando passar.
Procure fazer a prova com calma e concentração e, caso haja tempo faça uma revisão nas respostas antes de entregar os testes para eliminar possíveis erros ortográficos, erros de conteúdo ou complementar respostas.