Faber-Castell since 1761
Introdução Geral
Você está em:
A importância da qualidade dos produtos na escolha da lista de materiais

material escolarTodo início de ano temos uma lista de materiais Escolares que serão necessários para a execução de nossas propostas ao longo do ano.

E para termos resultados mais expressivos e construtivos durante o período letivo é importante priorizar a qualidade dos produtos no momento da escolha dos mesmos. Isso porque o material mais resistente e de boa qualidade contribui positivamente em todos os aspectos, sejam eles econômicos e/ou educativos. A criança se sente mais confortável e segura quando usa um material de qualidade. O material de boa qualidade não falha durante as provas e momentos importantes, o que auxilia a concentração dos alunos e assim aprende-se melhor.

Claro que exigir determinada marca de produto deve ser evitado, mas é válido indicar a quantidade adequada para o consumo previsto no ano e sugerir aqueles materiais com maior durabilidade, qualidade, com garantia de procedência e que contribuem positivamente para o desenvolvimento das propostas. Os materiais sugeridos devem ser atóxicos e conter o selo do Inmetro que garante a qualidade e a adequação dos produtos e suas especificações.

É comum, não só os alunos, mas nós também Educadores ficarmos encantados com personagens e materiais que, em princípio parecem mais atrativos. Porém, nem sempre esses são de melhor qualidade e por isso os mais indicados. Optar por materiais de melhor qualidade também é um benefício em caso de necessidade de trocas.

Segundo o Procon, o prazo para reclamar de produtos não duráveis que é de 30 dias, se estende para 90 dias no caso de produtos mais duráveis.

material escolar2Você sabia que existe uma lei que regulariza a questão do material Escolar? Ela é a lei 8.907/94. Ela define o que pode ser solicitado aos pais e o que deve ser requerido diretamente aos responsáveis pela instituição de acordo com a Lei e orientações do Procon. Materiais de uso coletivo como lápis para quadro branco, algodão, tal como materiais de higiene e de escritório como envelopes, clipes, tinta para impressora, fita adesiva, são de responsabilidade de aquisição pela Escola. Essa proibição também consta na lei federal 12.886/2013.

Assim, professor, considere esses critérios no momento de escolher os seus materiais conciliando e priorizando a boa qualidade, custo-benefício e os desejos.